sábado, 29 de maio de 2010

Projeto Conto de Fadas


Público Alvo: 2º ano

Período: 1 Bimestre

Ao longo dos anos, muito vem se falando da importância da formação do leitor, mas pouco se tem feito no sentido de instrumentalizar pais e professores, no que diz respeito ao desenvolvimento do gosto pela leitura. Visto que o ato de ler não visa só a formação acadêmica da criança, mas a sua formação como cidadã, trabalhar com formação do leitor passa inevitavelmente pela leitura de livros, de imagens e do seu cotidiano com seu acervo cultural, que lhe dará visão de mundo.

Desde pequena, a criança escuta histórias narradas por sua mãe, seu pai ou seus familiares mais próximos. Os contos de fadas, as fábulas, as histórias bíblicas, os poemas, as anedotas ou até as histórias inventadas pelos seus pais carregam o poder de encantar e deslumbrar a todos os que os ouvem.

É ouvindo que podemos sentir emoções importantes na vida, como: tristeza, raiva, irritação, medo, alegria, segurança, insegurança, irritação, bem-estar, pavor, tranqüilidade, liberdade, entre muitas outras sensações. Daí a importância de se selecionar livros de literatura infantil que desenvolvam na criança o senso crítico, construindo-se um ser independente, com uma visão de mundo voltada à situação real. De acordo com COELHO, a literatura infantil é responsável pela formação de uma nova mentalidade.

Toda criança que lê e tem acesso a livros tem maior facilidade em aprender e conhecer o mundo; a leitura facilita a compreensão dos conteúdos estabelecidos, traz benefícios para toda a comunidade escolar, pois quanto maior for o entendimento e conhecimento, mais poderá o professor avançar e aguçar a curiosidade dos alunos, para que busquem as suas respostas nos livros, utilizando-os como instrumentos de pesquisa.

JUSTIFICATIVA

A leitura é uma atividade permanente da condição humana, uma habilidade a ser adquirida desde cedo e treinada em várias formas. Lê-se para entender e conhecer, para sonhar, viajar na imaginação, por prazer ou curiosidade; Lê-se para questionar e resolver problemas. O indivíduo que lê participa de forma efetiva na construção e reconstrução da sociedade e de si mesmo, enquanto ser humano na sua totalidade. Na sociedade moderna grande parte das atividades intelectuais e profissionais gira em torno da língua escrita. Vê-se então que o Projeto “Quem conta, reconta... faz de conta“ vem de encontro com o anseio dos alunos em obter o domínio da habilidade de leitura proficiente garantindo o exercício de cidadania, o acesso aos bens culturais e a inclusão social

Através da leitura testamos os nossos valores e experiências com as dos outros. Diante da perspectiva de que a leitura é fundamental no desenvolvimento do ser humano, e que a escola possui um papel importante no desenvolvimento do hábito da leitura, julgou-se relevante o desenvolvimento do presente projeto: “Quem conta, reconta... faz de conta”.

Trabalhando com os contos de fadas, os alunos constroem e reconstroem significados para as histórias e desenvolvem o prazer da leitura.

ATIVIDADE DISPARADORA

Filme Branca de Neve

Discussão sobre os fatos e personagens presentes no filme, para levantamento dos conhecimentos prévios, quanto aos contos de fadas. O filme Branca de Neve é um conto de fada? Que seres fantásticos aparecem no filme? Há castelos? Bruxas? Fadas? Quem salva Branca de Neve? Que outros contos de fada você conhece?

PROBLEMATIZAÇÃO: Sabemos que nem todos os contos de fada têm fadas. Então, por que são chamados assim?

Perguntar aos alunos quais são as suas histórias preferidas, quais eram conhecidas, como ficaram conhecendo... Em seguida falar sobre um dos autores de contos de fadas, os irmãos Grimm e Andersen, e que apesar do tempo passado, as histórias continuam encantando crianças até hoje.

Será discutido entre os alunos, um conto no qual eles farão uma releitura da história. Será realizadas leituras, atividades de escrita, interpretação e discussões, para que o aluno interaja e esteja por dentro dos mínimos detalhes. Dependendo do clássico trabalhado, também assistiremos ao filme.

CONTEÚDOS

Conversas formais e informais

Unidades sonoras da língua, letra, sílaba e palavra.

Estratégias de leitura

Apropriação da base alfabética

Leitura compartilhada de textos narrativos e informativos

Escrita convencional e não convencional

Cada criança tem sua história; eu e minha família.

Elementos naturais e culturais do espaço de vivência.

Registro de quantidades, situações-problemas envolvendo adição e subtração, gráficos e tabelas simples.

Comparação de características e comportamentos entre os seres humanos envolvendo condições do ambiente.

0 comentários:

Postar um comentário